Acidente aterrador marca o GP Áustria de MotoGP

Miguel Oliveira ia em 6°quando teve um acidente com o colega da KTM

Texto de Mário Monteiro

Depois de um terrível acidente na Moto 2, em que Hafizh Syahrin bateu em cheio na moto de Enea Bastianini que estava no meio do percurso, tendo que receber assistência médica na pista, a prova de MotoGp foi marcada por um acidente aterrador: Morbidelli bate na traseira da moto de Zarco a alta velocidade, os pilotos caem, as motos seguem sozinhas e passam a milímetros de Vinales e Rossi. Morbidelli saiu de maca. A prova foi interrompida e os pilotos alinharam novamente na grelha de partida por ter sido dada bandeira vermelha.

Dada nova partida, com M. Oliveira em 5º lugar atrás de Mir, Esparagaro, Dovisioso e Miller.

Com muitas ultrapassagens na frente, Oliveira seguia atrás de Pol Espargaro, quando este foi largo numa curva. Oliveira tentou ultrapassá-lo por dentro e os pilotos envolveram-se num acidente. Não se percebeu se Espargaro foi largo e Oliveira ao tentar passar caiu, se Espargaro foi contra o piloto português. Depois da vitória em Brno, isto foi o pior que poderia acontecer á KTM. Oliveira tentou falar com Espargaro, e este virou-lhe as costas. Depois viu-se imagens de Oliveira aos pontapés na sua box…

Dovisioso de saída da Ducati (anunciado neste fim de semana) vingou-se, conseguiu vencer e estar na luta pelo título. Mir ultrapassou Miller numa das ultimas curvas conseguindo o 1º pódio da carreira. Rossi depois deter apanhado um dos maiores sustos da vida dele, terminou em 5º

O próximo GP será disputado novamente na Áustria daqui a uma semana.

Classificação do GP da Andaluzia:

Andrea Dovisioso (Ducati)

Juan Mir (Suzuki)

Jack Miller (Ducati)

Brad Binder (KTM)

Valentino Rossi (Yamaha)