António Félix da Costa sagra-se campeão mundial de resistência em LMP2

Foto: @Facebook de A. Félix da Costa

O piloto português A. Félix da Costa (Jota) sagrou-se campeão mundial de resistência, após ser 3º classificado na última prova da temporada, as 8 Horas do Bahrain.

O piloto que partia para a derradeira prova do campeonato com 28 ponto de vantagem, assegurou o título com os companheiros Will Stevens e Roberto González, batendo O. Jarvis, A. Lynn e Josh Pierson da United Autosport.

O piloto de Cascais juntou assim ao título mundial de Fórmula conquistado em 2020 o de LMP2.