Bruno Magalhães venceu o rali do Alto Tâmega

Rali do Alto Tâmega; Fotografia : Mário Monteiro

 Com este resultado, Bruno Magalhães passa para a frente do campeonato nacional

Texto de Mário Monteiro

A dupla Bruno Magalhães / Carlos Magalhães (Hyundai i 20) venceu o Rali do Alto Tâmega depois de uma luta com Armindo Araújo / Luís Ramalho (Skoda Fabia R5 Evo).

A equipa da Hyundai entrou melhor no rali, mas Armindo Araújo fechou o 1º dia na frente do rali por 2.3s.

O primeiro dia do Rali ficou marcado pelo despiste do Ford Fiesta do jovem piloto inglês Ruari Bell. Segundo ele, o seu carro teve um problema de travões. Seguiu em frente na zona de um gancho, indo embater violentamente contra uma ambulância e um veículo da organização. O desfecho poderia ter sido muito pior, pois minutos antes aquela zona estava com mais pessoas. Foram três os feridos, todos ligeiros.

No segundo e último dia de prova, Bruno Magalhães passou para a frente, e já perto do fim um furo no Skoda de Armindo Araújo deitou por terra a aspiração de tentar ganhar o Rali.

Com este resultado, Bruno Magalhães passa para a frente do campeonato nacional, quando faltam 3 provas para o seu final.

Ricardo Teodósio / José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) chegaram no terceiro lugar da classificação geral e venceram a PowerStage.

CLASSIFICAÇÃO GERAL:

CPR

1º – Bruno Magalhães / Carlos Magalhães em Hyundai i 20 R5, com o tempo total de 54.55,3 minutos;

2º. Armindo Araújo / Luís Ramalho, em Skoda Fabia R5 Evo, a + 11,2 segundos;

3º – Ricardo Teodósio / José Teixeira em Skoda Fabia R5 Evo, a + 34 segundos

PeugeotRC

1º – Pedro Antunes / Pedro Alves, com o tempo de 57.50,7 minutos;

2º – Oscar Ortiz / Jose Bouzas, a + 19,4 segundos;

3º – Sergi Comellas / Maria Hage, a + 25,6 segundos

Outros vencedores

Vítor Pascoal (Porsche 911 GT3), nos GT, Nuno Carreira (Subaru Impreza), nos Clássicos, e Fernando Peres (Mitsubishi Lancer Evo IX), no Campeonato Norte.