Christian Merli venceu a Rampa da Falperra

Fotografia : Mário Rui Monteiro | Sportonstage

Pedro Salvador foi o melhor português

Texto de Mário Monteiro

O Santuário do Sameiro assistiu mais uma vez a uma peregrinação dos amantes de automobilismo com milhares de fãs espalhados ao longo da subida bracarense.
A prova organizada pelo Clube Automóvel do Minho faz parte do calendário do Europeu de Montanha FIA e conta ainda para os Campeonatos Nacionais de Portugal e Espanha.
Com muito sol nos dois dias de prova e 138 inscritos, foi sem surpresa que Christian Merli (Osella FA 30) venceu mais uma vez a Rampa da Falperra confirmando todo o seu favoritismo. Merli conseguiu um tempo de agregado de 3:34.505 á impressionante média de 169,8km/h. No 2º posto ficou Petr Trnka (Norma M20 FC) e em 3º,  Alexander Hir (Osella FA 30).
Na Categoria 1 do Europeu José Correia conseguiu o 9º lugar, e Gabriela Correia (Mercedes AMG GT4) que realizou uma prova brilhante venceu nos GT á frente de Vítor Pascoal (Porsche 991 GT3 CUP).
No Campeonato Português de Montanha Pedro Salvador (SILVER CARS CS) imprimiu um ritmo fortíssimo terminando em 7º lugar da geral, ficando á frente de Hélder Silva (Osella PA 2000).
Na Cat. Turismo 2 Joaquim Teixeira (Cupra TCR) foi o vencedor, enquanto nos Turismo 1 a vitória sorriu a Luís Nunes (Skoda Fabia RS). Nos Turismo 3 venceu Bruno Carvalho (Citroen Saxo).

Giovanni Salvi, italiano, nascido em Portugal em 1940, foi um dos grandes nomes dos ralis nacionais tendo ganho diversas provas. Provando que o desporto automóvel move grandes paixões, o ex-piloto marcou presença na Rampa da Falperra por cerca de meia hora para matar saudades do “seu” Ford Escort RS 2000 MKII, com o qual venceu algumas provas. O convite partiu dos atuais proprietários do fantástico Escort, restaurado na perfeição. Salvi assinou o Ford em diversos painéis. Uma visita fantástica.