Enea Bastianini vence a primeira prova da temporada de Moto GP no Catar

Twitter @Bestia23

Miguel Oliveira caiu no final da reta da meta na luta pelo 10º lugar

Texto de Mário Oliveira

O campeonato de Moto GP está de volta. Sem Valentino Rossi, uma presença constante nos últimos 25 anos e com milhões de fãs no mundo, o equilíbrio foi uma constante no GP de Catar de 2022. Enea Bastianini, uma estrela da MotoGp em ascensão partiu da 1ª linha da grelha, caiu uns lugares na partida e foi recuperando até á 1ª posição. Anteriormente a corrida tinha sido dominada desde a partida por Pol Espargaró que resistiu até 5 voltas do fim. Bastianini numa Ducati privada, patrocinada por uma empresa portuguesa, a Oli, bateu toda a concorrência.
Miguel Oliveira tinha ganho alguns lugares desde o início da partida e quando se aproximava de Quartararo na luta pelo 10º lugar perdeu a frente no final da reta da meta e caiu. O seu companheiro de equipa na KTM partiu mais á frente de Oliveira e rodou sempre nos primeiros lugares. Terminou num bom 3º lugar.
Paco Bagnaia, um dos favoritos a ganhar o campeonato do mundo teve uma atuação desastrosa. Quando tentava passar Jorge Martin caiu, arrastando com ele o piloto espanhol.
O próximo GP realiza-se na Indonésia dia 20 de março
Classificação final do GP de Catar:
– Enea Bastianini (Ducati)
– Brad Binder (Honda)
– Pol Espargaró (Ducati)