SPORTONSTAGE2016-10-05 12-58-26049
Facebook

Entrevista com Vitor Baptista Campeão Euroformula 2015

Vitor Baptista, 17 anos e nascido em São Paulo, ganhou o título de campeão de Euroformula no início deste mês no Circuito de Catalunya Barcelona

Numa temporada quase perfeita, o piloto brasileiro Vitor Baptista desenvolveu um grande trabalho ao volante do Dallara F312 da RP Motorsport: seis vitórias, treze pódios, cinco pole positions e sete voltas mais rápidas, que resultaram em 291 pontos.

Qual a sua avaliação da temporada?
“Para mim, a temporada correu muito melhor do que poderia ter previsto no início deste ano. Realizei vários testes  e também estudei cuidadosamente o carro e os circuitos, o que me ajudou a chegar ao fim de semana pronto para qualquer coisa. Acho que fui bastante  consistente e isso certamente deu-me a oportunidade de lutar pelo campeonato. “

Em geral, quais foram os melhores e os piores momentos da temporada 2015?
“Eu não conhecia qualquer circuito, porque foi o meu primeiro ano a competir na Europa. Por isso, foi realmente um desafio, mas eu tinha uma equipe inteira a apoiar-me. Sou confiante e realmente era uma questão de chegar ao circuito e dar 100% “

A Euroformula foi sua primeira experiência na Europa, foi um passo difícil?
“Um novo desafio é sempre um grande passo, principalmente porque  tinha competido no Brasil com Dallara com pilotos veteranos e outros muito jovens… mas quando cheguei à Euroformula fui surpreendido com o nível dos pilotos”

 

Quem foi sua inspiração desportiva?
“Eu comecei no kart  quando eu tinha sete anos. Fiquei fascinado pela velocidade a partir dessa idade. Ninguém da minha família me trouxe a este mundo, realmente tudo começou comigo mesmo “

Qual tem sido a chave para a temporada?
“Certamente, ter a cabeça no lugar, ser consistente, dando o melhor de mim em todos os momentos, para compartilhar meus sentimentos no carro com meu engenheiro.

Konstantin Tereschenko Yu Kanamaru foram os seus rivais durante a temporada. Como os caracteriza?

“Ambos são muito corajoso! Eles também tinham experiência na Europa e no campeonato. Levei algum tempo para lidar com eles. Eu sempre fui conservador nas ultrapassagens, mas depois de vários testes e da corrida de abertura pensei para mim mesmo que se  queria ganhar, tinha que ser melhor do que todos eles “

Qual é a sua opinião sobre o campeonato?
“Na minha opinião o campeonato é fantástico. “

Depois de ganhar a euroformula em 2015, o que tem em mente para 2016?
“Recebi algumas propostas, mas ainda estamos a pensar e avaliar. Nada está decidido! Tenho que falar com os meus patrocinadores, ver o que podemos reunir em termos de orçamento e só depois disso podemos fazer um contrato e decidir a categoria. Mas em breve vou ter algo para o próximo ano. “

Euroformula Open

Últimas Reportagens.

P