SPORTONSTAGE2016-10-05 12-58-26049

FC Porto derrota Benfica e conquista 6ª Supertaça de Basquetebol

FC Porto foi superior no clássico frente ao Benfica, vencendo a Supertaça de Basquetebol por 84-70, numa partida empolgante no Pavilhão dos Desportos de Vila Real


Sendo assim, os campeões nacionais conquistaram a sexta Supertaça do seu historial.
Desde já uma palavra para o fantástico ambiente vivido no Pavilhão dos Desportos de Vila Real, com os adeptos de FC Porto e Benfica a conferirem um colorido especial ao espetáculo, provando que o basquetebol nacional está de boa saúde, conseguindo atrair imensos seguidores.

Quanto a esta Supertaça, vencedor justo. Os ‘dragões’ foram superiores numa partida intensa, própria entre dois rivais, mas em que o FC Porto conseguiu controlar as operações, principalmente a partir do segundo tempo.

A formação orientada por Moncho López entrou de rompante, chegando rapidamente a uma vantagem de sete pontos, mas os ‘encarnados’ viriam a recuperar terreno, conseguindo inclusivamente terminar na frente após o primeiro período (17-19), através de um parcial de 0-9.

No segundo quarto, os campeões nacionais desde cedo voltaram a pegar na partida, sobressaindo logo um dos pontos que marcaram a diferença neste clássico: uma eficácia superior no jogo exterior que foi cavando distâncias. Sendo assim, as equipas foram para os balneários com o FC Porto dispondo de um avanço de nove pontos (44-35), resultado que já colocava os comandados de Carlos Lisboa numa posição delicada.

No reinício do encontro, a toada manteve-se, nunca conseguindo o Benfica descer dos sete pontos de desvantagem. E a situação ainda piorou para a formação da Luz, visto que à entrada do último período o emblema azul e branco já vencia por 63-49.

Porém, seria precisamente no derradeiro quarto que o Benfica se aproximaria no marcador, sendo que a 03:12 do soar da buzina a turma lisboeta conseguiu reduzir distâncias (67-73). Mas a partir daí o FC Porto foi fortíssimo, arrumando a questão com uma ponta final tremenda em termos de eficácia, o que se traduziu no resultado final de 84-70.

Em termos estatísticos, o conjunto portuense superiorizou-se em vários capítulos, nomeadamente nos lançamentos de dois pontos e nos triplos e na luta das tabelas, o que acabou por desequilibrar claramente a balança. Quanto a registos individuais, no FC Porto, Brad Tinsley destacou-se ao ser o MVP do jogo (19 pontos, 7 ressaltos e 7 assistências), assim como Jeff Xavier (22 pontos), Sasa Borovnjak (14 pontos e 5 ressaltos) e Nick Washburn (9 pontos e 8 ressaltos). Por seu turno, relativamente ao Benfica, há a salientar as prestações de Carlos Andrade (18 pontos e 5 ressaltos), Raven Barber (13 pontos e 5 ressaltos), Damian Hollis (11 pontos e 6 ressaltos) e Derek Raivio (14 pontos).
Após o encontro, Moncho López era, naturalmente, um homem satisfeito com os seus atletas depois deste excelente triunfo: “Estou muito satisfeito pela vitória e orgulhoso pelo esforço dos meus jogadores. Defrontámos uma excelente equipa que, provavelmente, acusou o início da época. Já Carlos Lisboa aceitou com naturalidade o resultado, parabenizando o adversário: “Antes de mais queria dar ao Moncho os parabéns pela vitória. Acho que no segundo período permitimos que o FC Porto fosse superior numa área para a qual estávamos alertados, que era a luta dos ressaltos”.

Texto por  João Rodrigues | FPB

Últimas Reportagens.

P