FC Porto é o primeiro finalista da Taça de Portugal de Andebol

@FPA

FC Porto derrrotou o Madeira SAD, por 29-35 e conquistou o primeiro bilhete dourado para a final da taça de Portugal de Andebol

O FC Porto, após ter quebrado o jejum da “dobradinha” em 2018/2019 – e depois de largos anos sem conquistar a Prova Rainha (desde 2006/2007) – nunca mais largou a Taça, tendo-a conquistado novamente em 2021/2022. Os dragões procuram replicar este feito e para isso já ultrapassaram o Madeira SAD, nas meias-finais, o que aconteceu pela terceira vez esta temporada. Já os insulares, apesar das recentes classificações positivas no Campeonato Placard Andebol 1 é preciso voltar a 1998/99 para recordar a única vez em que a formação madeirense conquistou a Taça de Portugal, na final com o Boavista FC, em Tondela. A última participação teve lugar na época 2018/2019, em Sines, onde foi afastado pelo Águas Santas Milaneza, nas meias-finais, assim como na edição de 2021/2022, pelo FC Porto.

O jogo começou com um golo de Pedro Cruz após uma tentativa de ataque falhado por parte dos insulares. O encontro seguiu equilibrado, com o 2-2 a marcar a passagem dos três minutos do encontro mas, com oportunidades desperdiçadas de parte a parte, foram os azuis e brancos a sair na frente e a conquistar dois golos à maior com cinco minutos decorridos (2-4). O ritmo do encontro seguiu em crescendo para os portistas e aos dez minutos já levavam quatro golos de vantagem (3-7), com a lista de marcadores a estar bem distribuída. Os madeirenses sentiram algumas dificuldades no ataque o que levou Paulo Fidalgo, técnico dos madeirenses, a parar o tempo de jogo, para tentar colmatar estas mesmas adversidades, o que acabou por acontecer, pela mão de João Fernandes. O desenrolar do jogo pendeu para o lado azul e branco e, aos 15 minutos, os portistas já tinham conseguido duplicar a vantagem no marcador (5-10). Nos últimos 10 minutos e a vencer por seis golos, Magnus Andersson colocou o seu primeiro time-out e a toada manteve-se dominante até ao final do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Madeira SAD entrou determinado em reverter as contas mas, apesar de um recomeço interessante, aos 35 minutos, perdia por 16-22. Mas com o desenrolar do encontro, os insulares acabaram por reduzir para 19-23, desfeito por António Areia, que ultrapassou as redes de Radule Radulovic pela quinta vez. Os madeirenses voltaram a crescer no encontro e conseguiram ficar atrás apenas por quatro golos (22-26) perto dos 45 minutos mas, posteriormente a diferença foi aumentada, para 24-30, levando Paulo Fidalgo a mais um pedido de time-out mas os dragões acabaram por ser mais fortes e carimbaram a presença na Final da Taça de Portugal Masculina.

Resultado Final: 29-35

Texto FAP