Max Verstappen sagra-se Bicampeão do Mundo de F1

Foto: Twitter oficial @F1

Verstappen dominou por completo o GP de Japão

Verstappen tornou-se Bicampeão do Mundo tendo dominado totalmente a época de 2022. Ao contrário de 2021 em que houve suspense até á última volta do último GP, o ano de 2022 foi quase um passeio para Verstappen, apesar da grande evolução da Ferrari. A Red Bull e Verstappen atingiram um nível de superioridade, que poucas vezes foi posto em causa.

O início da corrida foi caótico. A pista estava molhada, os pilotos partiram com pneus intermédios, a visibilidade era quase nula e o primeiro a sofrer com o piso foi Carlos Sainz. Logo na 1ª volta, Sainz perdeu o controlo do seu carro e despistou-se. Zhou fez um pião, e o carro de Alexander Albon ficou parado devido a avaria. Bandeira vermelha. Pierre Gasly, futuro piloto da Alpine tinha partido das boxes. Quando chegou ao local do acidente de Sainz ia acertando num carro grua que já ia na pista, e num comissário. Gasly ficou furioso, pois um acidente semelhante tinha tirado a vida a Jules Bianchi, precisamente neste circuito.

A corrida parou, e a 51 minutos do tempo regulamentar reiniciou-se novamente com a pista molhada. Verstappen partiu mais uma vez na frente rumo ao bicampeonato. Leclerc se terminasse em 2º lugar e Max não fizesse a volta mais rápida adiava a questão do título até á próxima corrida. No entanto Sergio Perez estava mais rápido e pressionou Leclerc que lutava com a problemas de aderência. Leclerc na tentativa de ficar á frente de Perez, foi em frente numa chicane na última volta, e chegou em 2º lugar. Por não ter cedido o lugar a Perez, Leclerc foi penalizado em 5 segundos, passando para terceiro, entregando o merecido título a Max Verstappen a 4 provas do final.

Os dois da Red Bull ocupam agora os dois primeiros lugares do mundial de pilotos.

O próximo GP realiza-se nos Estados Unidos a 23 de outubro

Classificação final:

Max Verstappen (Red Bull)

Sergio Perez (Red Bull)

Charles Leclerc (Ferrari)