SPORTONSTAGE2016-10-05 12-58-26049

MotoGP: Bagnaia ganha na Malásia e fica a 2 pontos de ser campeão

Miguel Oliveira terminou em 13º lugar devido a problemas de aderência

Se na semana passada o GP da Austrália foi o mais emocionante da época, esta corrida foi das mais aborrecidas, sem luta pelo 1º lugar e com poucas ultrapassagens.

Os pilotos que ainda podiam ser campeões não partiram das 2 primeiras linhas, mas Bagnaia num arranque canhão, passou de 8º para 2º lugar na primeira curva. Jorge Martin que partiu da pole-position assumiu o comando da prova e distanciou-se dos seus adversários. Bagnaia e Enea Bastianini começaram a rodar juntos, no 2º e 3 º lugar dando a impressão que Bastianini era mais rápido que Bagnaia, mas não o ultrapassava. A armada Ducati com 8 pilotos, tudo vai fazer para Bagnaia ser campeão.

Jorge Martin caiu abrindo caminho á vitória de Bagnaia. Fabio Quartararo conseguiu recuperar até ao 3º lugar, adiando a questão do título para Valência.

Miguel Oliveira partiu do 18º lugar da grelha, conseguiu recuperar até ao 9º lugar, mas a partir daí perdeu aderência nos pneus e começou a andar para trás na classificação. Oliveira em declarações á SportTv referiu que “Foi uma corrida bastante frustrante. Já tive corridas destas este ano. O início é bom, mas a limitação vai chegando. Em circuitos com nível de aderência bastante baixo, sofremos mais do que o normal”

A Ducati ganhou o título de construtores 2022.

A próxima e decisiva prova será dia 6 de novembro em Valência.

Classificação final:

– Francesco Bagnaia (Ducati)

– Enea Bastianini (Ducati)

– Fabio Quartararo (Yamaha)

Texto: Mário Rui Monteiro

Últimas Reportagens.

P