Portugal no Mundial de andebol de 2021 após EHF cancelar ‘play-offs’

Men’s EHF EURO 2020 Stanko Gruden / kolektiff

A seleção portuguesa de andebol recebeu hoje uma das vagas ainda em aberto para o Mundial de 2021, a disputar no Egito, depois da federação europeia ter anulado os ‘play-offs’ de apuramento devido à pandemia de covid-19.

Portugal garantiu a presença no Mundial de 2021, 18 anos depois de ter sido anfitrião da edição de 2003, ao beneficiar do sexto lugar alcançado no Europeu de 2020, e já não terá que disputar os ‘play-offs’ em julho, frente ao vencedor do confronto entre Israel e Letónia.

Com base na classificação final do Europeu de 2020, estão apuradas para a fase final do Mundial de 2021 as seleções da Eslovénia, Alemanha, Portugal, Suécia, Áustria, Hungria, Bielorrússia, Islândia, República Checa e França, que se juntam, no Egito, à campeão Dinamarca, à Espanha, Croácia e Noruega, já qualificadas.

Na Liga dos Campeões, o FC Porto, que deveria defrontar os dinamarqueses do Aalborg nos oitavos de final, ficou afastado, uma vez que a prova segue diretamente para a final a quatro, com os melhores classificados da fase de grupos, enquanto a Taça EHF, na qual o Benfica disputava o Grupo A, foi cancelada.