Sérgio Conceição: “O importante é valorizar a nossa presença entre as 8 melhores equipas da europa”

Sérgio Conceição:
Sérgio Conceição. Fotografia: Ivo Carvalho

Sérgio Conceição fez esta sexta-feira a antevisão do FC Porto-Marítimo, encontro referente à 26.ª jornada da Liga.

Pressão sempre a crescer
“Como tenho vindo a dizer, à medida que se aproxima a reta final do campeonato, os jogos ganham mais peso, surge essa boa pressão para as equipas que querem ganhar o campeonato, como é o nosso caso, ou para as outras que se querem salvar. Temos de ir à procura dos três pontos.”

Liverpool é o adversário na Liga dos Campeões
“O sorteio foi o que foi, foi o adversário que nos saiu. Iremos prepará-lo da melhor forma na altura em que tivermos esses jogos pela frente. Teremos de perceber o que não fizemos, ou o que fizemos no ano passado e que não foi bem feito. O Liverpool tem grande qualidade individual e coletiva. Em relação ao ano passado, a diferença é o guarda-redes. É uma equipa que se conhece muito bem e em que identificamos muito bem a sua dinâmica. Serão dois bons jogos. O importante nesta altura é valorizar a nossa presença entre as oito melhores equipas da europa.”

Qual foi a reação dos jogadores ao sorteio?
“Não sei qual foi a reação dos jogadores ao sorteio. Vimos o sorteio mas não falámos sobre isso, não promovi esse diálogo, porque temos o jogo com o Marítimo amanhã. Temos amanhã esse jogo importante, o jogo mais importante, frente ao Marítimo.”

O empate do Benfica na jornada anterior
“Não precisamos dos outros. O que precisamos é de trabalhar diariamente da melhor forma, preparar os jogos bem para estarmos prontos para os ganhar. A verdadeira vitamina é o que fazemos diariamente. Não vale de nada olhar para os outros se não fizermos o nosso trabalho. É assim que vamos continuar. Vamos olhar para o jogo de amanhã, frente a um Marítimo que tem vindo a crescer. No jogo frente ao Moreirense, a equipa sensação da Liga, estava a perder por 0-2 e conseguiu ganhar por 3-2, isso é uma demonstração de força e de qualidade. Compete-nos ir à procura do golo e criar situações para poder ganhar o jogo.”

Jogar novamente antes que o principal adversário
“Temos de fazer o nosso jogo, não nos motivamos a pensar nos outros. Claro que estamos atentos e é sempre melhor que os rivais percam pontos, mas trabalhamos e focamo-nos na nossa equipa, em ganhar o nosso jogo. Faltam nove jornadas e pensamos unicamente em nós. Amanhã teremos de fazer um trabalho muito importante para podermos ganhar o jogo. Estaremos cá para fazer as contas no final do campeonato.”

A transferência de Militão para o Real Madrid
“A situação do Militão é pública mas não vai mudar em nada o nosso dia a dia. Há jogadores que acabam contrato e que se calhar ficam, outros que têm quatro anos de contrato e se calhar saem. O mundo do futebol é assim. O trabalho e o foco do Militão de certeza que serão os mesmos, tudo ficará igual. Quando o Militão tiver de jogar joga, quando não tiver de jogar não joga, se tiver de jogar a lateral direito joga, se tiver de jogar a médio defensivo joga, etc. O FC Porto está de parabéns por ir buscar e pela evolução do Militão. Espero que haja mais um ou outro negócio benéfico para o FC Porto, a nós compete desbravar de novo esse caminho, sendo que o FC Porto continuará a ser uma equipa muito competitiva nas competições nacionais e também na Europa.”

Herrera e Danilo entre os que percorrem mais quilómetros na Liga dos Campeões
“Pela forma como jogamos e pelo que pedimos aos nossos médios, eles têm de ter essa capacidade. A distância percorrida durante os jogos é sempre elevada. Eles são jogadores completamente disponíveis e muito importantes. Mas posso meter aí também o Óliver, um médio que ainda sempre acima dos 12 quilómetros por jogo. Os nossos médios cobrem sempre grandes distâncias.”

Se vencer todos os jogos até ao final o FC Porto é campeão?
“Estamos mais próximos de ganhar o campeonato se ganharmos os jogos todos. Mas não sou bruxo. Aquilo que eu disse foi que se vencêssemos os jogos todos, estaríamos mais próximos de vencer o campeonato, mas sabemos que o nosso rival também pode vencer todos. No início da época, tinha dito que o campeão não teria os mesmos pontos que na época passada. Nós, o Benfica, o Braga e o Sporting ainda nos vamos todos defrontar até final do campeonato. Ainda muita coisa pode acontecer.”

Equipa de Sub-19 nos quartos de final da Youth League
“Quero dar os parabéns aos sub-19, aos meninos do Mário Silva. Estive a acompanhar o jogo, assim como estou atento diariamente ao que acontece na equipa B e nos sub-19. O Fábio Silva já treinou connosco, por exemplo, e agora na pausa das seleções conto chamar mais dois ou três. Temos um grupo com jovens valores de grande qualidade e temos de dar condições para que eles possam evoluir e que no futuro estejam no plantel principal.”