Wolverhampton compra Jiménez e Benfica encaixa 41 milhões

Mexicano que custou 22 milhões de euros, sai por 41 milhões e tornar-se na venda mais cara da história do Benfica

Wolverhampton decidiu acionar a cláusula de compra do passe de Raúl Jiménez fixada em 38 milhões de euros.

Acresce a este valor os três milhões de euros já pagos pelo clube da Premier League no início da temporada pela taxa de empréstimo, o que perfaz um total de 41 milhões.

O mexicano permite, assim, o maior encaixe da história do Benfica, superando os 40 milhões com a venda de Ederson (sendo que o Benfica só arrecadou metade deste valor), os 40 milhões de Witsel e os 36 milhões de Di María.