WRC Vodafone Rally de Portugal 2022

Foto: Mário Monteiro

Cem equipas de 25 nacionalidades diferentes irão partir para mais uma edição desta mítica prova

A 55ª edição do Vodafone Rally de Portugal está quase na estrada, iniciando-se com a Shakedown de Paredes dia 18/5 e terminando com a tradicional Power Stage de Fafe no domingo, dia 22/5.

Cem equipas de 25 nacionalidades diferentes irão partir para mais uma edição desta mítica prova. 12 carros de Rally1 vão animar milhares de espectadores desde o Minho á zona centro do país.

Este ano comemora-se as 50 edições do Campeonato do Mundo de Ralis, e em Portugal irá realizar-se o maior encontro de campeões do Mundo de Ralis FIA.  Pilotos como Walter Röhrl, Ari Vatanen, Miki Biasion, Carlos Sainz, Marcus Grönholm entre outros estarão presentes durante os 5 dias de celebrações. Cerca de 30 carros clássicos irão representar a história dos Ralis, entre os quais alguns monstros do Grupo B.

Um conjunto de carros históricos estará em exibição no Parque de Assistência, na Exponor, e alguns deles irão realizar algumas classificativas do Rali de Portugal, num momento único de harmonia entre as antigas lendas da estrada e as novas máquinas híbridas.

Entre os 12 pilotos de Rally1 irá certamente sair o vendedor.

Sébastien Loeb (Ford Puma Rally 1) e Sébastien Ogier (Toyota GR Yaris Rally 1) estarão á partida para o Rali de Portugal, e embora não realizem todo o Campeonato do Mundo, não quiseram deixar de estar presentes na prova portuguesa.

Kalle Rovanperä/Jonne Haltunnen – atuais líderes do Campeonato mundo partem naturalmente como favoritos, mas irão ter luta de pilotos como Elfyn Evans/Scott Martin, a dupla vencedora da edição do ano passado do Vodafone Rally de Portugal, ou Takamoto Katsuta/Aaron Johnston.

A Hyundai tem também expectativas altas: Thierry Neuville/Martjin Wydaeghe, Ott Tänak/Martin Järveoja e Dani Sordo/Candido Carrera querem provar que estão na luta pelo título mundial.

No Campeonato Nacional de Ralis, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia R5 Evo) partem como favoritos, dada a experiência dos líderes do campeonato, mas vão contar de certeza a oposição feroz das duplas oficiais do Team Hyundai Portugal, Bruno Magalhães/Carlos Magalhães e Ricardo Teodósio/José Teixeira (ambos em Hyundai i20 N Rally 2). Miguel Correia/Jorge Carvalho (Skoda Fabia R5 Evo) vencedor do Rally Terras d’Aboboreira, vai querer provar que essa vitória não foi por acaso. José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroën C3 R5 vai querer também ter uma palavra a dizer na luta pelo triunfo no CPR. Os dados estão lançados.