Categoria: RALI & TT

WRC: Sébastien Ogier vence Monte Carlo pela 9ª vez

Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1) foi segundo, com a equipa a travá-lo na luta pelo primeiro lugar

Sébastien Ogier (Toyota GR Yaris Rally1) tornou-se no maior vencedor do Rali de Monte Carlo ao superar as oito vitórias do seu compatriota Sébastien Loeb. Ogier ganhou a prova de abertura do WRC batendo toda a concorrência. Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1) foi segundo, com a equipa a travá-lo na luta pelo primeiro lugar. A Toyota quis jogar pelo seguro e terminar em 1º e 2º lugar. Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1) ficou no 3º lugar. Ott Tanak na sua nova equipa, a M-Sport/Ford ficou em 5º lugar. Num Rali de Monte Carlo sem neve, a Toyota mostrou estar um passo á frente da concorrência.

Na classe WRC2 Nikolay Gryazin (Škoda Fabia RS Rally2) bateu Yohan Rossel (Citroën C3 Rally2) dando á Skoda o 1º triunfo com a sua nova arma, o Skoda Fabia RS Rally2. O espanhol Pepe López (Hyundai i20 N Rally2) terminou em terceiro.

O próximo Rally realiza-se na Suécia de 9 a 12/2.

Classificação final

– Sébastien Ogier (Toyota GR Yaris Rally1)

– Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1)

– Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1)

Texto: Mário Rui Monteiro

 

Kalle Rovanperä vence o Rali de Portugal

Rovanperä venceu a Power Stage de Fafe perante dezenas de milhares de pessoas, isolando-se ainda mais no Campeonato do Mundo

Foi com uma moldura impressionante de espectadores, que Kalle Rovanperä/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1) confirmaram a vitória perante Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1). Ao ser o mais rápido na Power Stage, Rovanperä levou para casa 3 pontos extra, isolando-se no Campeonato do Mundo WRC. Foi a 3ª vitória em quatro possíveis para o jovem piloto de 21 anos.

A Power Stage de Fafe serviu também para definir o 3º lugar. Dani Sordo partiu para o último troço a 2 segundos de Takamoto Katsuta. Ganhou-lhe tempo suficiente para lhe roubar o último lugar no pódio. Foi Sordo que teve de consolar o piloto japonês no fim da classificativa, que estava em lágrimas.

Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Evo Rally2) foram os melhores portugueses do Rali de Portugal, batendo Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai I20 N Rallly2) por 32.5s.

Yohan Rossel/Valentin Sarreaud (Citroen C3 Rally2 venceu o WRC2.

A próxima prova WRC realiza-se na Sardenha de 2 a 5 de junho.