SPORTONSTAGE2016-10-05 12-58-26049

Francisco Mora é campeão nacional de velocidade de turismos

Francisco Mora chegou ao Estoril no segundo lugar, atrás da dupla Francisco Carvalho/Nuno Batista, conquistando do título 2016 do CNVT – Campeonato nacional de Velocidade de Turismos

A Veloso Motorsport juntou mais um valioso galardão aos inúmeros títulos já conquistados, ao garantir hoje no Autódromo do Estoril a vitória no Campeonato Nacional de Velocidade e 2016, através do seu piloto Francisco Mora. No comando da principal competição de velocidade em Portugal desde a primeira jornada, a formação da Póvoa de Lanhoso teve de aguardar até à derradeira jornada para saborear o doce sabor da vitória, conseguida com todo o brilho.

Muito forte nesta fase final do campeonato, Francisco Mora chegou ao Estoril no segundo lugar, atrás da dupla Francisco Carvalho/Nuno Batista, o que demonstra o grande trabalho da Veloso Motorsport na preparação dos dois SEAT Leon Cup Racer TCR, esforço esse premiado com a conquista do título e com a quarta posição final de Batista e Carvalho.

Depois de dominar os treinos livres, Francisco Mora mostrava-se imbatível nas duas sessões de qualificação, onde conseguiu as duas poles em disputa. No entanto, um descuido do jovem piloto do Porto na primeira sessão de qualificação, onde passou um concorrente em marcha lenta, numa zona de bandeiras amarelas, valer-lhe-ia a anulação do seu melhor tempo e a consequente descida para a terceira posição da grelha de partida da primeira corrida de Domingo. Por seu turno, os líderes do campeonato, Francisco Carvalho e Nuno Batista, garantiam respectivamente a quarta e quinta posições das duas grelhas.

Dada a partida para a corrida de abertura de Domingo, Mora subia de imediato uma posição, para depois assumir a liderança da prova na terceira volta, vindo a vencer destacado com praticamente dez segundos de vantagem para o segundo classificado. Azar para Francisco Carvalho, que ficaria fora de prova logo na primeira volta, com um toque a deixar o SEAT da Veloso Motorsport com fortes danos na suspensão traseira direita.

Depois de uma breve paragem, seguiu-se a segunda ronda, com Francisco Mora a arrancar menos bem desde a pole, perdendo de imediato três posições. Mora atacou forte e conseguiria ascender ao segundo lugar, depois de uma boa luta com César Machado, mas perdia tempo nesta operação e já não conseguiria atacar o primeiro classificado, Gustavo Moura, acabando por se contentar com o segundo lugar final. Nuno Batista esteve ausente nesta corrida, devido a não ter sido possível reparar o carro no escasso tempo útil disponível entre uma e outra corrida.

Da parte da tarde tiveram lugar as duas últimas corridas do ano e foi com uma vitória sem contestação que Francisco Mora garantiu o título no Campeonato Nacional de Velocidade 2016. O piloto saiu da pole-position para a terceira corrida e de imediato colocou o seu SEAT Leon Cup Racer TCR na liderança, ganhando uma vantagem suficiente para não mais ser incomodado até ao final da disputa.

Novo azar para o carro da dupla Nuno Batista/Francisco Carvalho, com o capot do SEAT Leon Cup Racer TCR a abrir-se na volta de lançamento e a partir o pára-brisas, impedindo o piloto do Porto de competir na corrida.

Já sem pressão e com o título garantido, Francisco Mora passeou a sua classe na derradeira ronda, conseguindo mais um saboroso triunfo para fechar o ano em beleza. Francico Carvalho esteve ausente nesta corrida, devido ao problema ocorrido com o SEAT Leon Cup Racer TCR antes da partida para a prova anterior.

Foi assim, com mais um título, que terminou a época em termos nacionais para a Veloso Motorsport, que prepara já a deslocação até Valência, onde no próximo fim-de-semana se disputa a derradeira jornada do Lamborghini Super Trofeo 2016.

Últimas Reportagens.

P