Luís Filipe Vieira em prisão domiciliária até prestar caução de três milhões

Vieira

O presidente suspenso do Benfica ficará sem pulseira eletrónica, sem vigilância policial, e terá de pagar uma caução de três milhões de euros

O presidente suspenso do Benfica pode, após pagar os três milhões de euros, deixar a prisão domiciliária, embora não possa regressar ao Benfica e não possa voltar a contactar com os outros detidos.

O empresário José António dos Santos terá de pagar uma caução de dois milhões de euros para sair em liberdade. 

Tiago Vieira, filho de Luís Filipe Vieira, fica com uma caução de 600 mil euros.

O empresário Bruno Macedo fica com uma caução de 300 mil euros.