SPORTONSTAGE2016-10-05 12-58-26049

Single Seater Series 2016: José Pedro Faria é campeão da Formula Ford Zetec

O Autódromo do Estoril foi o centro das últimas decisões na temporada de 2016 das Single Seater Series e José Pedro Faria foi quem se sagrou campeão na principal categoria da única competição de fórmulas em Portugal.

Com uma vitória e um segundo lugar, o piloto de Amarante sucede a César Machado, enquanto na Fórmula Kent, foi António Santos Mendonça quem assegurou a conquista do título.

Na derradeira jornada da época, José Pedro Faria e Gonçalo Jordão tinham ambições legítimas de serem campeões. Os dois chegaram ao Estoril empatados com 150 pontos cada um e ocupavam a primeira posição no campeonato. Também Diogo Sousa tinha possibilidades matemáticas de ficar com o título, mas a sua tarefa era mais complicada que a dos dois líderes.

Nos treinos cronometrados, o melhor não foi um dos candidatos ao título. Duarte Pires voltou à competição com vontade de voltar a ganhar no Estoril e estabeleceu a melhor marca à frente de Miguel Matos e de José Pedro Faria. Neste primeiro confronto, Gonçalo Jordão ficava em desvantagem, ao estabelecer apenas a quarta melhor marca. Mas estava tudo em aberto e com a instabilidade climatérica, as corridas podiam ser uma verdadeira lotaria.

Na primeira corrida do fim-de-semana, qualquer um dos quatro mais rápidos nos treinos cronometrados ambicionava ao triunfo, mas José Pedro Faria, com um forte andamento, garantiu a vitória de forma evidente. Miguel Matos acabou em segundo e Duarte Pires acabou no último lugar do pódio. Com este resultado, o piloto da CRM Motorsport deu um passo rumo ao título. Este foi maior do que o esperado, em parte porque Gonçalo Jordão não foi além da sétima posição na categoria. Diogo Sousa acabou em sexto e, também ele, viu fugir o ceptro. Entre os concorrentes da Fórmula Kent, António Santos Mendonça venceu e, sem concorrência de João Paulo Matos, mostrou que o título só podia ser para si.

Ontem, as mais de duas dezenas de pilotos voltaram à pista para a segunda e última corrida do fim-de-semana e do ano. Na frente, José Pedro Faria partia na pole sabendo que necessitava apenas de um sétimo lugar. O piloto da CRM arrancou na frente e liderou a primeira volta, mas Miguel Matos queria acabar com a hegemonia de Faria e garantir a sua primeira vitória. O piloto de Guimarães ultrapassou Faria por quatro vezes nas duas voltas seguintes, mas aquele que se viria a sagrar campeão das Single Seater Series acabava sempre por recuperar o lugar num bonito bailado. Miguel Matos conseguiu, por fim, ultrapassar o líder do campeonato, com Duarte Pires, que ia colado aos dois primeiros, também a ultrapassar Faria e mostrou ao público presente que tinha andamentos para também discutir o campeonato, caso não tivesse tido diversos azares que condicionaram a classificação final.

Na última volta Duarte Pires ainda consegue ultrapassar Miguel Matos, mas quando estava a ser mostradas bandeiras amarelas, sendo o primeiro a cortar a bandeira de xadrez. No entanto, o piloto da G-Tech acabou por sofrer uma penalização e caiu para o quinto posto, com Jordão a ascender ao terceiro lugar e a terminar a corrida colado ao líder.

Com este resultado, José Pedro Faria torna-se o campeão da Formula Ford Zetec em 2016, com uma vantagem de 21 pontos sobre Goncalo Jordão, que totalizou 175 pontos. Diogo Sousa termina a época num fantástico terceiro lugar, considerando que tem um carro mais desactualizado face aos primeiros.

Na Fórmula Kent, Rui Sanches foi o mais forte, mas António Santos Mendonça acabou 2016 com o título de campeão nesta categoria.

“O balanço da primeira temporada das Single Seater Series organizada pela RaceReady é muito positiva. Ao longo de cinco jornadas que constituíram uma época iniciada em Maio, em Braga, tivemos, de forma consistente, duas dezenas de concorrentes e corridas extremamente competitivas, com vários pilotos a lutarem pelas vitórias. Assistimos à rapidez dos jovens lobos, que se destacaram na frente das grelhas de partida, mas foi muito interessante ver o misto de andamentos, com inúmeros gentlemen drivers a preferirem a única competição de fórmulas em Portugal.

Os Fórmula Ford demonstraram, uma vez mais, que promovem espectáculo e garantem um enorme prazer de condução. Uma última nota para o futuro que se antevê positivo. A última jornada mostrou-nos que, não obstante os planos desportivos de cada um, há pilotos com condições para lutarem pelos triunfos em 2017 tal como fizeram no final da época. Miguel Matos e Duarte Pires são, por exemplo, nomes a considerar para a próxima época”, afirmou Diogo Ferrão, o responsável pela organização das Single Seater Series.

Últimas Reportagens.

P